-->

Páginas

24 agosto 2012

Filmes #18


Ge-ni-al. Eu adoro filmes destes, em que as histórias se misturam, em que os actores se anulam em prol das personagens, em que há muito, muito sumo a retirar daqueles 110 minutos. Neste caso, o que acontece é cinema sublime. Uma realização perfeita (mas sou suspeita, adoro o trabalho do Fernando Meirelles), uma banda sonora maravilhosa, que conta, ela própria, uma história, um argumento muito, muito bom e um elenco fenomenal. É óptimo ver grandes actores longe, muito longe do overacting, do exagero, do excesso de "importância". E isso só faz deles ainda melhores actores. É tão bom ver o Anthony Hopkins (que costuma fazer papelões de homem muito, muito fortes) a fazer um papel de homem comum. Idem para o Jude Law (quase nos esquecemos de como ele é bonito). Idem para a Rachel Weisz (acho que a beleza dela sai muito, muito beneficiada aqui, confesso).


 


Resumindo: vão ver. Estreou ontem e merece mesmo o tempo e a viagem. Mesmo.


 


Para mim, um 9,5/10.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!