-->

Páginas

07 janeiro 2013

Querem um livro mesmo bom? Tomem dois!

Antes de mais, um pequeno preâmbulo: se gostam de ler e não conhecem o GoodReads, espreitem. Se gostam de ler e conhecem mas ainda não se inscreveram, inscrevam-se. Se já se inscreveram mas não usam, passem a usar. É bom! Muito do que conheci este ano foi graças ao GoodReads. Nomeadamente estes dois livros que se seguem. Avancemos.



Foi no GoodReads que vi alguém avaliar este livro. Sendo um policial, despertou-me curiosidade. (Mais um preâmbulo: se ainda não perceberam, eu esclareço: o policial e o romance histórico são os meus dois géneros literários preferidos. Porquê? O primeiro porque me ensina muito acerca da psique humana, da forma de pensar e agir, porque expõe idiossincrasias várias e porque me prova o brilhantismo de algumas mentes. O romance histórico porque, sendo bem escrito e, principalmente, estando bem documentado, é uma valente lição de história, que sempre foi uma das minhas áreas de estudo preferidas. Nota: dificilmente me verão a ler romances-romances, daqueles da treta, tipo Nicholas Sparks e Nora Roberts. Não tenho a mínima paciência para histórias de amor previsíveis, básicas e ocas. Mas é defeito meu, que sou a pessoa menos romântica que deus nosso senhor botou cá em baixo. Fim de preâmbulo. Avancemos). Portanto, dizia eu: curiosidade acesa e toca de ir comprar o livro para o marido me oferecer no Natal. Li-o em 4 dias e não o conseguia pousar. Acontece que a tradução é uma valente mer... porcaria, coisa que atrasou a leitura. Mas a história, o enredo, os "quem" e os "porquê" são fabulosos. Claro que, acabando de ler isto, tratei de me atirar de cabeça ao segundo livro do senhor...



Este livro é assim qualquer coisa de fenomenal. Gostei ainda mais do que do "Sopro do Mal". A escrita do autor é escorreita, cinematográfica, e não me custa nada imaginar estes dois livros transformados em filmes. A trama está cheia de twists bem estruturados, não há pontas soltas, no fim tudo se encaixa e se esclarece. E, tirando uma ou outra gralha de tradução/revisão (um parágrafo repetido a meio do livro, por exemplo), pouco há a apontar. Para quem gosta de policiais, é um livro "obrigatório". Para quem não gosta, fica o desafio...!


(Ah, e já agora, nota máxima para a capa d'"O Tribunal das Almas"!)

7 comentários:

  1. Lá terei eu que ir descobri-los. Adoro policiais e se tu sugeres tenho a certeza que são bons :)

    ResponderEliminar
  2. São os dois muito bons, mas o segundo... Ui!

    ResponderEliminar
  3. Conheci o GoodReads através de um post teu aqui e tenho usado! Quanto a estes dois livros, anotei as sugestões. Também gosto bastante de policiais portanto parecem-me perfeitos.

    ResponderEliminar
  4. Policiais são os meus favoritos. ADOROOOOOOOOOOOO!
    Já anotei estes títulos que não conhecia.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Como fã incondicional de policiais tenho estes dois claro! :) Adorei ambos!
    E obrigada pela dica do GoodReads.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Já li o Sopro do mal e adorei....o outro estou á espera que vá para as bibliotecas de Lisboa....O Sr. Donta escreve bem......:)

    ResponderEliminar
  7. Também já li os dois e partilho da mesmíssima opinião. São viciantes. São fenomenais. São obrigatórios para quem gosta do género.

    ResponderEliminar

Obrigada!