-->

Páginas

08 fevereiro 2013

Portugal Brasil Itália

Fim de semana de carnaval. A previsão de tempo para o Brasil bate ali nos 32º-33º. Veneza vai andar entre os 3º e os 7º. Para Ovar prevê-se qualquer coisa entre os 9º e os 13º. Ou seja, menos vinte graus do que no Rio de Janeiro e mais 6 do que em Veneza.


No Rio de Janeiro o sambódromo vai encher-se disto:



Veneza vai ter disto:


Enquanto isso, em Ovar, em Estarreja, etc....



No Brasil faz sentido que se curta o carnaval assim, em modo semi-nu. Estão para cima de 30º, coisa que é manifestamente quente e o samba é brasileiro. Em Veneza, onde está um frio de congelar saliva, as pessoas cobrem-se da cabeça aos pés, usando umas máscaras lindas (e super sensuais, mas isto sou eu que acho muito mais graça ao mistério do que a não se deixar nada à imaginação!). Por cá, onde o samba não é tradição e onde não está calor nenhum, continua a insistir-se nas escolas de samba e nas miúdas avantajadas a dar uma de Alessandra Ambrósio. Ora isto não é sensual. O que acontece no Brasil, sim, é. O que acontece em Ovar e em Estarreja (e em mais um monte de localidades dadas à importação carnavalesca) é só deprimente e feio. Muito feio mesmo. 


(O Carnaval semi-nu português está para o Carnaval do Rio como a roupa das lojas chinesas está para a Chanel... E isso é triste.)

6 comentários:

  1. É mais de ausência de roupa, na verdade. ;)

    (Aos poucos o meu preconceito cai...)

    ResponderEliminar
  2. Ainda no outro dia dizia, em conversa, precisamente isto! O Carnaval é de determinada forma em cada local também pelo clima que é habitual no momento... Posto isto, faz algum sentido haver desfiles de mulheres semi nuas cá se o mais provável é estar efectivamente frio?!

    Pronto, se fossem as modelos da Victoria's Secret, e muito na loucura, ainda percebia a insistência... agora assim não compreendo. Mesmo.

    ResponderEliminar
  3. O carnaval de Ovar é bem mais do que o desfile.
    O desfile é bem mais do que escolas de samba (são 4, face a 14 grupos carnavalescos e 6 grupos de passerelle). Pena é que a comunicação social dê destaque às escolas de samba e não a estes grupos, bem mais vestidos e (na minha opinião) mais divertidos e interessantes.

    Creio que estão a tomar o todo pela parte, ou seja: vêm fotos de 1/6 dos elementos que desfilam no corso e acham que o carnaval de Ovar é todo assim. Não, não é!

    Aconselho visita de links como: http://naoprecisa.shutterfly.com/ ; http://www.marados.net/ ; http://www.pinguins.ovar.net/galeria.htm ; http://www.vampiros.ovar.net/ e muitos outros, para terem 1 noção mais aproximada...

    ResponderEliminar
  4. Gostei da comparação. lol
    O que conta para mim é o Entrudo. O tradicional português.
    Aquele das roupas e máscaras improvisadas. O das partidas aos amigos e conhecidos. Isso sim, é Carnaval.
    O de Veneza é lindo mas quem tem dinheiro para fatos daqueles?

    ResponderEliminar
  5. Aaaaaaaah!, haja alguém que me entende!!!

    ResponderEliminar

Obrigada!