-->

Páginas

17 abril 2013

Hábitos

Li algures que demoramos 21 dias a mudar um hábito e mais 7 para o adquirirmos definitivamente. Um mês, portanto.


No dia em que fiz 34 anos resolvi que chegava de dormir maquilhada (e nem era nada de especial - lápis e rímel, às vezes blush, postos de manhã, portanto já muito desvanecidos). Sim, eu não tinha o hábito de limpar a pele antes de dormir. Os restos da maquilhagem da véspera sucumbiam à lavagem da cara na manhã seguinte. Uma parvoíce, eu sei. Portanto, a 11 de Fevereiro resolvi que já chegava. E passei a limpar a cara religiosamente todas as noites antes de me deitar (excepção para os dias em que tomo banho a esta hora e não faz muito sentido limpar o que acabou de ser lavado).


Passaram dois meses e seis dias. Houve dias em que me apeteceu assobiar para o lado e fingir que não precisava de limpar a cara coisa nenhuma. Houve dias em que me esqueci (dois ou três dias, não mais do que isso). Mantive-me fiel à minha decisão e fiz disto um hábito. Hoje, dois meses e seis dias depois, já nem penso no assunto. Limpar a cara com desmaquilhante, passar o tónico e terminar com o creme de noite tornou-se uma espécie de acto-reflexo. Mission accomplished.


 


Ginásio. Eu sou a definição de preguiça. Sou mesmo. Para mim, não há pecado mortal que chegue aos calcanhares da preguiça. No fundo é o pecado mortal mais fácil de "praticar": basta não fazer nada. E eu sou exímia em não fazer nada! Desde que deixei de ter educação física na escola - ou seja, desde que deixei de ter aulas de desporto à borla - tenho andado on-and-off em ginásios. Primeiro foi a aeróbica e o step. Depois foi o karaté. Depois foi o RPM e o Combat. Depois voltou a ser o Karaté. Depois voltou a ser o RPM. Agora, desde Novembro, é o Cycling, o Pump, o Balance e a localizada. Várias vezes por semana, sempre à hora de almoço e/ou ao sábado de manhã.


Na semana passada, por imposição da Dieta, não fui ao ginásio vez nenhuma. No sábado fui matar saudades "ao de leve", com meia aula de Combat e uma de Balance. Hoje voltei ao cycling. E, caraças, senti falta disto! Portanto, também no que toca ao exercício físico, cinco meses e meio depois, a coisa está definitivamente instalada. E também já não tenho que decidir se vou ou não - só não vou quando tenho alguma coisa urgente para fazer. De resto, estou lá.


 


E é isto... Hábitos: 21 dias para os mudar, 7 dias para os sedimentar. Simples, não é?

7 comentários:

  1. Precisava tanto de criar também o hábito da limpeza do rosto ao fim do dia, sou tal e qual como tu eras. ai, ai...

    ResponderEliminar
  2. Eu pus as traquitanas todas ao lado da escova de dentes. Quer dizer... não há como não ver, não é?

    (Tenta um dia. Depois outro. Depois mais 19 dias. Quando deres por ti já nem pensas no assunto...)

    ResponderEliminar
  3. Isso é mesmo verdade. Antes, depois de lavar a cara de manhã nem sempre chegava creme hidratante, hoje é um hábito que já não dispenso. O meu truque foi colocar as coisas mesmo à frente dos olhos para não poder assobiar para o lado. Quanto ao ginásio sinto uma enorme falta quando não vou, por isso também já é um hábito.

    ResponderEliminar
  4. Que post tão oportuno! Estou a iniciar dieta, vou mentalizar-me com estes 21+7 dias :)

    ResponderEliminar
  5. O que custa mesmo é começar.
    A coisa faz-se! :)
    Agora ando a tentar mudar alguns hábitos alimentares. Nesta fase não quero pensar que é mesmo uma dieta senão descaio-me e estrago tudo, vai ao de leve. Vamos ver como a coisa pega.

    ResponderEliminar
  6. A preguiça é o pecado mortal que nos impede de cometer os restantes LOL

    eu também sofro desse mal...e muito

    ResponderEliminar
  7. Eu devo ter um curto circuito qualquer, já fiz uma série de coisas durante meses sem falhar e depois a vida começa a intrometer-se...

    ResponderEliminar

Obrigada!