-->

Páginas

29 abril 2013

Lá vem outra vez a chata do Português...

"Mãe, estes brincos magoam-me as orelhas. Tira-mos, por favor."


 


"Tiramos café agora ou só quando chegar a Marta?"


 


Resumindo: primeira pessoa do plural sem hífen ali no meio, ok? E sim, vale para todos os verbos - a primeira pessoa do plural NUNCA leva hífen. Há uma forma que é parecida, mas acontece na terceira pessoa do plural:


 


"Eu levo brinquedos para a escola, mas os meus colegas tiram-mos".


 


Ou seja, o hífen aparece quando há ali um pronome pelo meio. Coisas como tiramos, fazemos, fomos, falamos, cantamos, rimos, conversamos não envolvem pronomes, logo, não envolvem hífens. Pronome = hífen, está bem?


 


(Um outro exemplo: dê-mos não é o mesmo que demos. Assim: "Preciso desses documentos. Dê-mos, por favor". E assim: "Fomos ao parque e demos as mãos".)

16 comentários:

  1. Tu não perdo-as. Eu, e outros, da-mos muitos erros por causa do corretor ortográfico do tlm. É a minha desculpa, pelo menos. (Não consegui enfiar mais erros no comentário:D)

    ResponderEliminar
  2. Toda a gente devia ler isso. Já não se aguenta com tanto erro.

    ResponderEliminar
  3. Dica da minha professora primária que me acompanha sempre que tenho dúvidas: colocar a frase na negativa. Exemplificando:

    Estes brincos não me magoam. Não mos tires!
    Não tiramos café agora!

    Só o sufixo que tem hifen, que corresponde ao pronome é que se desloca quando a frase é colocada na negativa!

    Bjs e obrigada pelo serviço público

    Raquel Alves

    ResponderEliminar
  4. E eu gosto muito de ler estas coisas. Eu e o português não somos muito amigos e por vezes o hifen e sem hifen faz com que corra ao supermercado a comprar tinta para tapar os brancos.
    Obrigado pelo esclarecimento, simples e elucidativo.
    Nany

    ResponderEliminar
  5. Eu aprendi assim: leva hífen sempre que nos referimos a nos mesmos. Ou seja, tira-mos = tira-mos a mim mesma. Uso sempre a cabula do "a mim mesma". Na minha cabeça completo a frase com o "a mim mesma" se fizer sentido o tira-mos leva hífen, se não, é tudo junto :)

    ResponderEliminar
  6. Adorei. É tão básico mas há tanta gente a cometer estes erros. :D

    ResponderEliminar
  7. Cada vez que comento as tuas coisas tenho mil e um cuidados para não cometer nenhuma gafe! :P

    (por favor ensina como e quando usar o "Ç" porque os "voçês" dão-me cabo dos nervos!)

    ResponderEliminar
  8. Não sejas tonta! Gralhas todos damos. Mas uma coisa é uma gralha, outra é um erro. Repetido até à exaustão. Sete vezes na mesma frase. Capice?

    Vou fazer outro post de seguida com mais uma ou duas dicas... Ou três, vá!

    ResponderEliminar
  9. Eu sei. Eu pessoalmente acho que estes teus posts podem ser uma ajuda para muita gente, acho que a forma como explicas e aplicas as regras torna muito fácil de entender e corrigir! Já dei por mim a corrigir a minha filha usando as tuas regras!

    ResponderEliminar
  10. Oh pá... fico muito feliz por isso!! Apesar de não ter formação superior na área, sempre foi a minha disciplina preferida (desde a primária até ao 12º ano) e tento ao máximo não me espalhar. Claro que também me acontece (mais até com erros ortográficos do que gramaticais). Aqui há tempos escrevi aqui algures um "excrúpulos", convencidíssima de que aquilo estava bem escrito... Depois alertaram-me e tratei de corrigir, claro...

    (E isto para dizer que o que verdadeiramente me chateia são aquelas pessoas que insistem na asneira, sabes? Arghhh!)

    ResponderEliminar
  11. Ah, e a ideia não é enxovalhar ninguém. É ajudar, só. Acho que não faz mal nenhum aprender e nem toda a gente teve a sorte de apanhar bons professores de português pelo caminho... Se as pessoas olharem para estes posts como ajudas, óptimo! É essa a ideia!

    ResponderEliminar
  12. Exacto, eu até agradeço que me corrijam, acredita! Não acho piada a quem goza com a ignorância dos outros sem saber o que está por trás, como já tenho visto por aí, mas gosto de quem o faz com intenção de ajudar, é o caso!

    (a parte gramatical a mim às vezes falha)

    Ainda não li, mas já vi que há post com novas dicas, espero que esteja lá uma para o "ão" e o "am" que uma pessoa que conheço troca e por mais que tente explicar, acho que ainda não fui bem sucedida!

    ResponderEliminar
  13. Bolas... ão e am??? Futuro e passado... Amanhã eles assarão... ontem eles assaram...

    Há pessoas que dão erros por uma questão de oralidade. Por exemplo, malta do norte. Já vi muita gente a escrever "ganhamos" quando devia ser "ganhámos" mas tem só a ver com a forma como falar (no sotaque à Puorto não há diferença entre ganhamos e ganhámos, eles dizem tudo como se não houvesse acento).

    Essa do ão e do am, em alentejanos, é capaz de ser comum, precisamente por uma questão de pronúncia... Agora coisas como "eles faram qualquer coisa pelos filhos" não existem, não é?

    ResponderEliminar
  14. O problema é que existem, eu usei a palavra "cão" para tentar explicar e levar a que se pense na sonoridade, se a palavra soar como "Cão" é "ão", se não será "am". Não funcionou a 100%!

    ResponderEliminar
  15. Não vás por aí... "voaram" soa "voárão", se vires bem... Usa a regra do passado e do futuro: passado = am; futuro = ão.

    ;)

    ResponderEliminar
  16. Não acho que sejas nada chata. Todos cometemos erros - algumas vezes sem querermos, outras simplesmente porque achamos que está correcto e vai-se a ver e não está. A mim, sinceramente, irritam-me sobretudo aqueles que não admitem sequer ser 'corrigidos'... Olha eu cá agradeço sempre que alguém me corrige!

    ResponderEliminar

Obrigada!