-->

Páginas

04 abril 2013

The one

Ando a ler o "Anatomia dos Mártires", do João Tordo. A propósito disto e da tal entrevista dele à Papel, dei por mim a pensar no seguinte: se me dissessem que eu teria de escolher um autor para ler até ao fim da vida, só podendo ler livros desse autor e de mais nenhum outro, quem é que eu escolheria? E, sem pestanejar, a resposta é óbvia: João Tordo.


Porquê? Simples: é o meu segundo autor preferido. O primeiro é o Saramago que, onde está, já não pode escrever nada - ou seja, a obra dele está fechada, não dá para acrescentar mais livros. O Tordo, vivinho da silva, há-de continuar a produzir histórias das boas. E, se me garantissem que eu teria sempre livros novos para ler, ficava-me por ele até ao último dos meus dias, sem problema.


Porque gosto mesmo da escrita dele. Cinematográfica, simples, absorvente. É fácil uma pessoa ver as cenas que ele descreve - por ser tudo incrivelmente simples e por ser tudo incrivelmente cinematográfico.


Então, mas não há mais autores bons? Certamente que sim. Mas se eu só pudesse escolher um, era ele.


Claro que há o Follett, o Murakami, o Caruso, a Cornwell, a Gerritsen... Mas nenhum se equipara, para mim, ao senhor Tordo, que está muitos pontos acima. E isto, parecendo que não, é obra. É que, bem vistas as coisas, ele só tem 38 anos... e tem muito tempo pela frente, para escrever muitas histórias para cima de boas.


 


[Por isso, João, tal como te pedi aqui há tempos... escreve. Sempre. Muito. E quando não tiveres nada que fazer... escreve!]

3 comentários:

  1. Ola Lenia,

    Concordo tanto consigo! Ha cerca de um ano e meio o Joao Tordo tornou-se o meu crush literario. Nunca me tinha acontecido isto. Por tudo aquilo que referiu, pelo cunho boemio que impoe a todas as personagens (e que tanto me fascina), pela crueldade com que descreve a mediocridade do ser humano, pela constancia de valores, por identificar elementos comuns em diferentes livros... Gosto mesmo dele e o saber que muitos livros ainda estao por vir, deixa-me feliz! :) Agora estou a comecar a ler O Ano Sabatico , e pelas primeiras paginas ja adivinho uma grande historia! :)

    Estou contente por saber que ha pelo menos mais uma pessoa a partilhar da mesma "panca" :)
    Andrea

    ResponderEliminar
  2. De todos, "O Ano Sabático" foi o que gostei menos. Falta-me terminar o "Anatomia dos Mártires" e voltar a pegar n'"O Livro dos Homens Sem Luz", que deixei a medo há uns anos.

    Mas é mesmo isso: um crush literário. E dos bons!!

    ResponderEliminar
  3. Ando a ler O Ano Sabatico, como disse, e ainda me falta o "O Livro dos Homens sem Luz". Eu gostei do "Anatomia dos Martires", mas o Hotel Memoria talvez seja o que mais me marcou, seguido do "As Tres Vidas". Tambem ainda me falta autografar um dos seus livros, espero que tal aconteca em breve!

    By the way, tambem gosto muito da forma como a Lenia escreve! :) Boa sorte com tudo e continue a partilhar boas historias! :)

    Andrea

    ResponderEliminar

Obrigada!