-->

Páginas

02 outubro 2013

Cenas

No sábado passado o senhor meu marido foi às compras com o nosso filho. Na caixa para pagar, uma fila enorme. O miúdo não é um elogio à paciência e não ia demorar muito a começar a inventar - só que o meu marido já sabe disto e antecipou-se: fez-lhe cócegas, brincou com ele, pô-lo a rir à gargalhada. Ao lado, as pessoas foram sorrindo. Todas, excepto uma, que teve um comentário lindo:


 


"Vê-se mesmo que se está a armar. Deve ser o fim de semana de estar com o pai..."


 


O meu marido não comentou, não respondeu, não reagiu. Ficou só admirado. E eu também, confesso. Como é que há gente tão ressabiada que ache que um pai que brinca com um filho é sinónimo de "fim de semana com o pai"? Por cá, felizmente, todos os fins de semana são com o pai. E com a mãe. E o meu marido sai muitas vezes só com os miúdos - eu aproveito para fazer coisas em casa, ele mata saudades deles e brinca o que não pode brincar durante a semana, por causa do trabalho. Eu tenho a sorte de estar muito tempo com eles. Ele nem por isso. Muitas vezes, ao fim de semana, faço questão de os deixar estar só os três, porque acho que eles também precisam de exclusividade com o pai. Eles adoram, ele também. 

6 comentários:

  1. Provavelmente o comentário tem origem na sua própria experiência pessoal.
    O que, sinceramente, é mesmo muito triste! :(

    ResponderEliminar
  2. há gente muito mal formada.
    sabes que li este post e fiquei incomodada?!
    pena da limitação desse sr.... deve ser tão infeliz!

    ResponderEliminar
  3. A sério que alguém foi mesquinho o suficiente para pensar isso, e estúpido para dizê-lo em voz alta!?!?
    fico parva com as pessoas...
    Ainda ontem fiz o mesmo! Como, aliás, faço sempre, porque a minha miúda começa a tentar sair do carro em andamento e outras acrobacias iguais, sempre que demoramos mais do que 20min nas compras!
    E a senhora que estava atrás de mim só riu, meteu-se com a miúda e ajudou a distrai-la até o tempo passar! Como qualquer pessoa normal...!

    ResponderEliminar
  4. Realmente, que triste que haja alguém, mesmo que seja uma ave rara, que pensa isso. Diz muito de uma certa cultura machista que ainda predomina no páis mas talvez bem mais sobre a experiência dessa pessoa que nao deve ser das mais felizes. Pena que fiquem tao amargas depois!

    ResponderEliminar
  5. Sinceramente tenho pena das pessoas que fazem comentários desses...

    ResponderEliminar
  6. isso é mesquinho, e estúpido, e inconveniente e muito muito triste... é mau pensar, é 20 mil vezes pior dizê-lo em voz alta... haja paciência para gente assim... não são felizes e querem contaminar toda a gente à sua volta.

    ResponderEliminar

Obrigada!