-->

Páginas

17 novembro 2013

Ontem

A manhã passada com a BFF foi 50% do melhor do meu dia. Os outros 50% foram a visita do padrinho/afilhado/padrinho da filha, da sua mulher (adoro aquela miúda!) e a pequena loirinha de olho azul que tem o mesmo nome que a minha filha. Futura nora, só vos digo (assim o meu filho desista da "ideia" de ser padre). 


 


Foi um dia bom, apesar dos pesare: miúdo muito ranhoso, cheio de tosse, sem conseguir dormir a sesta. À noite estava de rastos (ele e eu!). Foi uma luta para o pôr a dormir. Passou o noite a choramingar e às 7h desistiu de veio para a nossa cama. Conseguiu sossegar e dormiu até às 9h30 (menos mal - nós também conseguimos dormir um bocadinho, mas ainda temos no corpo os efeitos destes dias adoentados, em que nos custa mais a nós do que a eles. A impotência dos pais perante os filhos doentes é coisa que me mói).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!