-->

Páginas

08 novembro 2013

Sobre a greve de hoje

Eu não sabia sequer que havia greve. Surpreendi-me. Depois pensei "espera, é sexta-feira! Claro que há greve!!" (sim, continuo a achar que uma greve feita a uma sexta-feira perde um bocado a legitimidade e soa mais a fim de semana prolongado do que outra coisa. Também sei que quem faz greve não recebe o ordenado do dia em que faz greve, mas ainda assim...). Deparei-me com um cenário caótico à porta da escola da minha filha: o porteiro (um senhor que é voluntário lá), estava a deixar entrar as crianças uma a uma (são duzentas e cinquenta), mas só depois de cada criança (repito, duzentas e cinquenta) lhe dizer onde é que ia almoçar, porque há aulas mas não há serviço de refeitório. Não sei como é que ele tenciona memorizar onde é que cada uma das duzentas e cinquenta crianças vai almoçar, mas adiante. A minha lá entrou (atrasada, claro, que a fila para entrar estava gigante) e a coisa decorreu normalmente. Não sei se houve professores a fazer greve (sei que a professora da minha filha não fez), não sei se os professores das AECs fazem greve (a de Inglês da minha filha, que é a AEC que vai ter à tarde, não vai fazer).

1 comentário:

  1. Tss, tss, tss (com abanar de cabeça ao mesmo tempo) Desculpa lá Lénia, mas vê-se mesmo que é o primeiro ano da filhota na escola ;) Um professor de AEC fazer greve é coisa que nunca (digo eu) verás! Tu não imaginas o mal que esses desgraçados recebem... esses fazem parte dos escravos que carregam o Rei gordo do post do teu Maridão... Regra geral trabalham para uma empresa privada contratada pela Câmara Municipal ou pela Associação de Pais...
    Na porta da escola da minha, estava a coordenadora do estabelecimento e o porteiro com um ar... de quem tinha acabado de aterrar no planeta, a controlar a turma de cada miúdo, porque só entrava quem tinha professor (para uma escola com 16 turmas, pareceu-me, que menos de 6 professores fizeram greve), porque refeitório, graças a Deus, nestes 3 anos da minha filhota na escola, sempre houve, em dias de greve...

    ResponderEliminar

Obrigada!