-->

Páginas

05 dezembro 2013

Frente & Verso - Viagem de sonho

Verso (da Margarida)




Deserto. Fazendas do tamanho do mundo. Cangurus. Um mar a perder de vista. O outro lado do mundo. Pessoas giras, altas. Desenvolvimento, cultura, bom tempo. O outro lado do mundo. Surf, areia branca, povoações isoladas, animais selvagens, cenários de filmes…


Podia continuar aqui a debitar tudo aquilo que me encanta na Austrália, mas duvido de que o verso de uma folha chegasse para tal. Austrália é a minha viagem de sonho. Tenho uma curiosidade imensa por conhecer o outro lado do mundo, que parece tão parecido mas é ao mesmo tempo tão distante do que conhecemos do lado de cá!


Estar perto de povos com uma cultura tão diferente, mas que nem está tão distante da nossa quanto parece.


A Austrália é, para mim, o país de todos os sonhos. Onde tudo pode ser possível, onde a vida é maravilhosa, mesmo que haja tubarões na água. Sempre quis perceber como se vive num País tão grande, civilizado, criado por prisioneiros ingleses e que se transformou num modelo mundial em tantas coisas.


Um país onde as mais terríveis cheias de há dois anos mataram meia dúzia de pessoas apenas porque tudo funciona bem. Porque se protegem do mercado arrasador mas sem deixar de quererem ter a trabalhar para si os melhores do mundo.


A Austrália é ó país das cores maravilhosas [creio eu!], dos odores fantásticos, das pessoas bem-dispostas, da qualidade de vida. Se calhar a Austrália não é nada disto, mas enquanto eu não a for conhecer, ela vai ser para mim isto e muito mais. Agarrar nas malas e ir pelo menos três semanas, na melhor companhia, para o outro lado do mundo conhecer cangurus não me podia soar melhor!


Não sei se algum dia conseguirei realizar este sonho. Mas vai ser um dos objectivos da minha [ainda curta] vida. Porque se viajar é o melhor do mundo, podermos ir aos lugares que realmente amamos – mesmo que só em sonhos – é uma sensação de realização que não pode ser comparada a mais nada na vida!


Já realizei uma das viagens de sonho (NYC) e não me desiludiu. Quando era miúda, Londres também era um sonho, que também consegui realizar sem desilusões. Portanto, tenho fé de que consiga também chegar a este! Ainda que seja consideravelmente mais difícil, acredito que também há-de ser mais prazeiroso.


Portanto, se não se importam, torçam por mim! Que tenho uma vida para conseguir ir até lá!


 


[A minha viagem de sonho, aqui.]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!