-->

Páginas

17 dezembro 2013

Natal embrulhado

Despachei hoje o assunto Natal. Se por Natal entendermos "nascimento" a coisa torna-se ainda mais exacta. Presentes de Natal propriamente ditos faltavam poucos - e muitos, simultaneamente, já que faltavam todos excepto dois e os que comprei não foram muitos. Duas sobrinhas, prima que ainda entra na categoria criança (que nós só damos presentes às crianças), filha e marido. O filho e o outro sobrinho já estavam tratados - e isto fechou a lista de presentes de Natal por estas bandas.


Só que entre dia 19 e dia 24 fazem anos quatro pessoas fundamentais para nós: a madrinha da minha filha, o padrinho da minha filha, a mulher do padrinho da minha filha e a filha do padrinho da minha filha (eu tenho pontaria, eu sei!, mas ele ainda tem mais: a casa dele aniversa toda num intervalo de cinco dias! E podia ser mais "grave" ainda, se eu não calho a ter tido aquela gravidez molar - o bebé estaria a fazer um ano por estes dias, tal como a filha do padrinho). Portanto, também tratei dos presentes para eles, que não podiam faltar e que não têm culpa da altura em que foram feitos nem da altura em que nasceram. Gosto de tratar de presentes assim: com tempo, sem confusões e sozinha, que é para andar para cá e para lá sem cansar ninguém. Por este ano, está feita a festa. Agora é começar a pensar em bolos...


 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!