-->

Páginas

11 dezembro 2013

Talvez o post mais bonito

"(...) sim, eu amo o teu filho, porque é teu. será um dia um bocado meu, mas será sempre primeiro teu. e de quem o criou contigo. mas ver-lhe um sorriso por minha causa, faz-me feliz. saber que ele pergunta por mim, faz-me feliz. ouvir-te dizer o nosso filho, é a emoção mais pura numa palavra tão simples: nosso. porque mesmo sem o ser, anseio, vibro, sinto-me, todos os dias, pai dele. porque é o nosso filho. como o nosso amor."


 


(Aqui há tempos disse-vos que este é o meu blog masculino preferido. Percebe-se.)


 


(Catarina, lê o post. Acho que vais gostar.)

1 comentário:

  1. estou exactamente neste ponto, neste momento, sendo que sou eu a mãe do filho, e ele o tio-pai (expressão atribuída pela cria :))

    ResponderEliminar

Obrigada!