-->

Páginas

20 fevereiro 2014

Para abrir a pestana

Logo de manhã, à chegada à escola da miúda, um pneu furado. Rasgado, na verdade. Tau, assim, de chofre. Para acordar. Toca de desmontar o porta bagagens em busca dos apetrechos necessários e de começar a dar conta da situação. Porcas do pneu completamente agarradas, eu sem força para resolver aquilo. Ligo ao meu pai, numa de SOS. Entretanto aparece um senhor que ia a passar e que resolve tomar conta da ocorrência. Demorou uns 20 minutos a resolver o problema. Agradeço, entro no carro e ligo ao meu pai, para lhe dizer que já não é preciso ir ter comigo. Já ia a caminho e foi a minha mãe que atendeu. Cruzei-me com ele na estrada, voltou para trás. Troco de carro com ele (vou passar o dia a fazer piscinas e não confio naquele pneu suplente). Vou ao ginásio, treino, tudo normal. Chego a casa, almoço, começo a fazer um bolo, pego numa chávena que se engata numa flute (não sei como) e vai a flute pelo ar. Vidro all over the place.


 


Boa tarde.


 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!