-->

Páginas

17 abril 2014

Andreia

A Papel trouxe-me a Margarida. E trouxe-me o texto que mais gozo me deu escrever até hoje. E também me trouxe um dos textos que mais me marcou, enquanto leitora. Foi este, escrito pela Andreia. Ora a Andreia é, além de linda, talentosíssima. (E é disto que eu tenho mesmo muitas saudades na Papel: de ler coisas maravilhosas, escritas por gente que é talento de cima a baixo.)

No domingo, na Páscoa das Princesas, fomos apanhadas pela mesma lente. E hoje disse-lhe que ela devia ser obrigada a olhar para as fotos dela e a dizer mil vezes "eu sou linda" - porque é. Assim, como se fosse uma réplica daquele castigo clássico de escrever mil vezes uma determinada frase. Repete comigo, Andreia: "eu sou linda. Eu sou linda. Eu sou linda..."


3 comentários:

Obrigada!