-->

Páginas

26 maio 2014

Conversas surreais com o meu filho

Eu: Logo à tarde depois fazes um ó-ó...
Ele: Num quero fazer ó-ó ninhum!
Eu: Está bem. Então dormes uma sesta, pode ser?
Ele: Sim.

(À hora de voltar a casa para dormir...)

Eu: Vá, agora vais dormir um ó-ó...
Ele: Mas tu disseste que eu podia antes fazer uma sesta...
Eu: Não queres dormir o ó-ó?
Ele: Não. Quero fazer uma sesta...
Eu: Está bem, filho, pode ser...

[Com papas e bolos...]

2 comentários:

Obrigada!