-->

Páginas

01 julho 2014

O poder da fotografia

Hoje fui almoçar com a Meg (e já vos contamos sobre o que estivemos a conversar). Acabámos a almoçar numa escola de sushi - bom e relativamente barato. Antes de começarmos a comer, a fotografia da praxe para o Instagram. Almoço. Conversa. Risos. O costume. E chega a conta. E não foi nada daquilo que pedimos: apareceram-nos duas tábuas de 18 peças quando o que pedimos foi uma tábua de 28. E a empregada a teimar que "sim, se calhar até foi isso que pediram, mas o que veio foram duas tábuas de 18 peças". Ora nós até podíamos ter dúvidas acerca do número de peças, mas ambas sabemos contar até UM e só esteve UMA tábua em cima da mesa. E eis que a Meg se lembra: "olha, tu tiraste uma foto... vê lá se dá para contar as peças!". Dava. Vinte-e-oito. E enquanto a senhora estava ao telefone com o chefe de sala lá fui eu mostrar a foto. E ela "olha, elas tiraram uma fotografia"... Conclusão: deu-nos a conta de outra mesa - mas teimou na razão que, obviamente, não tinha.

Portanto, como diz a Meg, conselho do dia: antes de começarem a comer, fotografem a coisa. Pode vir a dar jeito...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!