-->

Páginas

27 agosto 2014

Das férias

Fomos de férias. Despedimo-nos de um ano cheio de trabalho, cheio de dificuldades, mas também cheio de aprendizagens e de coisas muito boas e fomos. Alentejo. O meu Alentejo. Assim que a estrada entra naquela paisagem árida, de sobreiros espalhados por montes, o meu coração explode. Há sempre uma lágrima que assoma. Ali sinto-me em casa, nada me é estranho, tudo se encaixa naturalmente.

Foram dias de paraíso. Muita piscina com os miúdos. Muito ar puro. Muito calor. Muitas horas a ler. Muitos passeios a pé, depois de jantar. Muito tempo no parque infantil. Muito café do bom. Em paz. Uma paz que só tenho ali, naquele sítio que faz parte do meu ADN.

Dali seguimos para a terra dele. Que não me diz nada, mas de que me habituei a gostar. O tempo não ajudou, os dias não estiveram quentes-como-em-Agosto e não fizemos quase nada do que planeámos. Ainda assim, deu para ler (menos do que o costume) e para um passeio que eu queria muito fazer: fomos à Praia Fluvial de Cardigos (concelho de Mação) e valeu muito a pena! Para o ano regressamos, mas de malas aviadas para passar lá um dia inteiro e não apenas uma manhã, como fizemos agora!

Foram duas semanas que passaram a voar. Passámos 50 semanas a ansiar por estas duas e as ditas escorrem-nos por entre os dedos. Bom, ficam as memórias. E a contagem regressiva: faltam 49 semanas e meia...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!