-->

Páginas

24 outubro 2014

Escola

O meu filho vai para a escola - a educadora foi colocada ontem e criaram uma turma para ela. O meu filho vai para a escola e eu tenho mixed-feelings acerca disto. Não é nada do outro mundo, obviamente - a irmã foi ainda mais cedo do que ele e deu-se lindamente. Mas vem aquele friozinho na barriga que me deixa meio inquieta.

Ele é um doce - do mais meiguinho que já vi. Mas é acelerado, vivaço, desafiador. Não tem muito contacto com outros miúdos - quando vai com a avó ao café, brinca com um menino que é pouco mais novo do que ele e, sorte suprema, esse menino vai ficar na sala dele. Ele quer muito ir. Diz que quer ter os amigos dele, como a mana tem os dela, que quer brincar e aprender.

Claro que, de caminho, estas semanas em que esteve a tempo quase, quase inteiro comigo fizeram mossa. Ele é muito menino da mamã - e se antes isto não era muito evidente, agora é. Quer a mãe para tudo, mas adapta-se bem quando está sem mim.

Para ele, vai ser difícil perceber regras e hierarquias - é óbvio que isso existe cá em casa, mas numa escala diferente. Para mim, vai ser difícil imaginá-lo lá, sem mim, a ter que se safar sozinho. Vai-lhe custar habituar-se a fazer sozinho algumas coisas para as quais pede sempre ajuda, não porque não as consiga fazer sozinho, mas porque as aproveita para o mimo.

Vai estar na mesma escola que a irmã e, embora pouco se cruzem, ela vai poder "tomar conta" dele. E ele vai sentir-se apoiado porque tem ali a mana mais velha. E ela vai sentir-se importante por ter esta tarefa de tomar conta dele em mãos.

Talvez os primeiros dias sejam agitados. Talvez venha a lume a insegurança. Mas vai ser bom para ele e isso é o mais importante.

O meu filho vai para a escola e vai levar as últimas partículas do meu bebé com ele. Está a crescer e é tão bom vê-lo caminhar.

1 comentário:

  1. olá :) vou-me estrear dizendo que acabei de ler o que me vai na cabeça e no coração todos os dias....

    ResponderEliminar

Obrigada!