-->

Páginas

19 fevereiro 2015

Notícias do planeta Mamãe

A senhora minha mãe tinha um segundo aneurisma, mais pequeno do que o que implodiu, algures naquela cabecinha linda. Carecia de tratamento, dado o risco de nova implosão. Marcaram-lhe a embolização do dito para o dia em que a sua mui amada filha (moi même) fazia anos. E o que é que dona Mamãe fez? "Olhe lá, senhora enfermeira, eu não gosto muito de mudar estas coisas... mas a minha única filha faz anos nesse dia e se alguma coisa corre mal e eu morro, a miúda fica com o dia de anos marcado para toda a vida...". Mude-se a data para dia 18. Ontem. 

Não ajudou à boa disposição termos estado, dois dias antes, no velório da ex-colega de quarto de dona Mamãe, aquando do primeiro internamento. Doenças diferentes, é certo, mas ainda assim... Tentámos as duas assobiar para o ar. Na véspera despedi-me dela e foi inevitável pensar que talvez fosse a última vez que a via. Tenho a certeza de que ela pensou o mesmo. Estupidez, eu sei. Mas eu sou do team pessimismo e acho sempre que a coisa pode correr mal. Não correu. Nada mesmo. Fez a embolização durante um exame, nada a declarar, assunto tratado. Agora tem que estar uns dias nos cuidados intensivos porque não pode dobrar a perna direita (não perguntem, mas, para lhe observarem o cérebro, o ponto de entrada foi... na virilha). Está animada, bem disposta e aposto que tem menos umas cinco toneladas em cima dos ombros. Eu tenho menos umas dez.

3 comentários:

  1. Que bom! Fico feliz que tenha corrido bem! Agora é tentar recuperar e voltar à vida o mais normal possível!

    ResponderEliminar
  2. Que bom que correu tudo bem. Boa resuperação. Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Que alívio... Dia feliz! Agora é recomeçar a respirar devagarinho.
    Um beijinho para as duas

    ResponderEliminar

Obrigada!