-->

Páginas

04 fevereiro 2015

O aniversário do marido

Senhor marido fez anos no sábado passado. Todo o dia de anos dele foi uma mentira. Andei duas semanas a combinar com os amigos dele um jantar surpresa. Em nossa casa, que era para dificultar a parte da surpresa.

Fiz o jantar de manhã. A dada altura, ele perguntou-me o que era aquilo que estava no forno. "Carne à bolonhesa para congelar", respondi. "Isso está aí desde ontem", contrapôs. Calha que, poucas horas antes, ele tinha aberto o frigorífico e comentado a quantidade alarve de carne que lá estava - era a mesma que viu no forno, mas juntar 1 e 1... tá quieto!

À tarde consegui tirá-lo de casa... com esforço. Foi ao café ter com os mesmo amigos que vinham cá jantar. Dei um jeito à casa, pus a mesa, terminei o jantar, sempre em contacto com os amigos. Combinámos que enviaria uma mensagem ao marido a mandá-lo às compras e, quando ele fosse, eles viriam cá para casa. Ele refilou mas lá foi às compras. Eles subiram e, a mando a minha filha, esconderam-se atrás do sofá com almofadas a tapar as cabeças.

Quando ele chegou, ouviu os miúdos a falar na sala. Até aqui tudo normal. Mandei-o ir pôr a mesa. Entrou na sala, viu gente escondida mas... não percebeu quem era! Achou que eram os meus pais (apesar de a mesa estar posta para 12 pessoas!). Quando eles se levantaram é que se fez luz! Surpresaaa!!!

Adorou! Não esperava nada parecido. Ele, como eu, não é grande fã de celebrar aniversários. O plano dele era jantarmos os quatro e fazermos um serão a jogar jogos ou a ver filmes com os miúdos.

Eu fartei-me de lhe mentir: acerca do bolo (que ele não queria que eu fizesse e que eu fiz... grande!), acerca da carne, acerca do que o mandei comprar (que, na verdade, não me fazia falta nenhuma). Valeu a pena! A cara dele quando percebeu foi impagável.

Agora, diz ele, tem um problema: é difícil superar a minha surpresa. Eu já lhe disse: não é assim tãããããão difícil... Vai começar um curso do João Tordo daqui a dias. E preciso mesmo de uma tábua de passar a ferro. (E até lhe agradeço que não me surpreenda com nada: odeio, mas odeio mesmo, surpresas cá para o meu lado!)

2 comentários:

  1. Muito bom  . Também fiz algo parecido, mas foram cerca de 40 amigos, não tinha muita coisa em casa (estavam em casa da minha cunhada, da minha sogra, dos meus pais, etc. etc. etc.) e não o mandei às compras... Foi beber café com uma amiga que estava com "problemas"...quando tinha tudo pronto mandei sms à amiga a dizer que já podiam ir para casa... Ficou sem palavras...e disse exatamente o mesmo que o seu marido: "esta surpresa vai ser difícil de superar"... Parabéns ao marido!!!! Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Ahahahahah! A mim tb me apanham facilmente nestas "mentiras", sou uma pessoa muito fácil de surpreender. Espero que tenha sido um dia feliz! :)

    ResponderEliminar

Obrigada!