-->

Páginas

20 março 2015

Sozinha em casa

Já começou: estou sozinha até domingo.

Este é o meu plano (na segunda actualizo com o que fiz e o que não cheguei a fazer...):
  • Descanso.
  • Não fazer comida.
  • Não limpar.
  • Não lavar.
  • Não estender.
  • Não passar.
  • Não arrumar coisa nenhuma (a não ser o que desarrume durante o meu "idílio").
  • Não pensar em obrigações.
  • Não ter obrigações.
  • Não ter ninguém a depender de mim.
  • Não ter que corresponder a expectativas.
  • Fazer só o que me apetecer.
  • Ir ao ginásio logo ao fim do dia (acho que nunca, desde que sou adulta emancipada, fui ao ginásio ao fim do dia!).
  • Ver filmes dos meus (provavelmente, coisas iranianas/coreanas/turcas/whatever ou thrillers atrás de thrillers).
  • Ver episódios das minhas séries (e aproveitar para esvaziar a box).
  • Ler na cama até me fartar. De luz acesa!!
  • Dormir até me apetecer, sem acordar para pôr pessoas pequeninas a fazer xixi.
  • Dormir no sofá (yay!!).
  • Ir até Oeiras e correr. Ou não correr e ficar só a ler numa esplanada. Ou não sair sequer de casa.
  • Ir ao cinema amanhã à noite, se me apetecer sair.

Vão ser 48 horas minhas, só minhas. Sem responsabilidades, sem dependências. E sim, é importante. Porque nunca, em sete anos, tive dias assim, sozinha e completamente livres de coisas-que-tenho-de-fazer (e eu sou filha única e vivi sozinha cinco anos e ADORO estar sozinha, não me custa nada, não me dá para o melodrama). Mesmo de férias há que cozinhar, que tratar de roupas, etc., portanto acabo a fazer exactamente o mesmo que faço quando não estou de férias - e isto da emancipação é muito bonito mas é nos livros, porque na vida real - na minha, pelo menos - sou eu que continuo a fazer tudo.

Agora vou ali curtir a minha folga e já volto...

Bom fim-de-semana, gente!!

2 comentários:

  1. Eu consigo um fim-de-semana destes 1 vez por ano; faço muitos planos, deste género de não fazer nada e fazer as coisas que nunca conseguimos fazer... Mas sou uma nódoa nisso, e acabo por andar numa correria, e não descansar MESMO. E tb adoro estar sozinha:)

    ResponderEliminar
  2. Gosto particularmente da parte de não ter que corresponder a expectativas, essa para mim é sempre a parte mais difícil (e neste momento moro sozinha e sem ninguém a depender de mim, mas eu crio expectativas para mim própria, e essas são as piores...)
    Aproveita o teu fim-de-semana idílico!
    Beijos

    ResponderEliminar

Obrigada!