-->

Páginas

31 dezembro 2015

E os meus desejos para 2016 são...

... que nunca nos falte a coragem. Que consigamos enfrentar a tempestades e sair incólumes do lado de lá. Que tenhamos a capacidade de aceitar o que de menos bom vier por aí, mas que saibamos sempre que há como resolver tudo - menos a morte. Que sejamos capazes de dar sem esperar em troca - tempo, atenção, carinho, amor. Que façamos a diferença na vida de alguém. Que ensinemos o que aprendemos. Que nos entreguemos com paixão às coisas que nos fazem felizes, que nos arrepiam a espinha, que nos tiram os pés do chão. Que não tenhamos medo do amor, venha ele sob que forma for. Que não tenhamos medo de arriscar. Que nunca baixemos os braços. Que não recusemos ir à luta por termos medo de perder. Que saibamos lamber as feridas que forem ficando. Que conjuguemos muitas vezes o verbo perdoar. E que conjuguemos mais vezes ainda o verbo agradecer. Que consigamos reconhecer o lado bonito de tudo o que vivermos. Que saibamos pôr coração em tudo o que fizermos. Que fiquemos felizes com a felicidade dos outros. Que saibamos que caminhos trilhar. Que não tenhamos medo de nos entregarmos. Que não tenhamos medo de sermos felizes. Que nunca deixemos de acreditar. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!