-->

Páginas

05 maio 2017

Rei morto, rei posto

Em Abril de 2016, assim do nada, surgiu-me a ideia do que seria o meu segundo livro. Defini uma estrutura (que poderei ou não respeitar) e escrevi o início. Obriguei-me a não voltar a mexer naquilo enquanto não terminasse o primeiro livro. Cumpri.

Hoje, à hora de almoço, sentei-me no sítio onde escrevi muito nos últimos tempos, abri o documento que criei no ano passado, reli aquilo e voltei a escrever.

Falei imenso sobre o meu primeiro livro. Fui partilhando as pequenas conquistas, fui mostrando o que andava a fazer, fui falando dos meus planos e de como a coisa estava a correr. Não vou fazer isso agora. Voltarei a falar deste livro quando o terminar - até ao final do ano ou, o mais tardar, até Fevereiro. Até lá, guardo o processo para mim. Aprendi muito com a escrita do primeiro romance. Aprendi essencialmente o que não fazer. Falar demasiado é uma das coisas que quero evitar. Isso e demorar mais cinco anos a escrever um livro, seja ele qual for. Segundo livro, I'm on my way...!

2 comentários:

  1. E quando vamos ver (e ler) o primeiro livro?
    Acredito que só não estou na primeira fila da apresentação que fizeres no Norte se tiver um impedimento daqueles mesmo grandes!

    É estúpido porque efectivamente não te conheço.... mas a verdade é que depois de te ler durante todos estes anos sinto-te como parte integrante da minha vida. :)

    Estou a fazer figas para que tudo dê certo contigo!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh minha querida... tão bom saber isso!

      Não sei o que vai acontecer daqui em diante... Conto ter novidades nos próximos tempos. Para já, ainda estou à espera que os meus revisores me dêem as correcções a fazer (apanharam mil gralhas de certeza...). Depois, vamos ver se há editora e, em havendo, quando é que será possível ter isto cá fora, se for caso disso. Assim contas por alto... diria que daqui a um ano ou assim... Mas sei lá... até pode nunca acontecer.

      Beijinhos!!

      Eliminar

Obrigada!