-->

Páginas

20 fevereiro 2018

Nove vidas

Esta coisa de não sermos imortais é uma valente merda. À medida que vamos andando, vamo-nos apercebendo de que tudo acaba um dia destes. Escolhemos caminhos e isso faz com que deixemos outros para trás. Quando me apercebi disto... era tarde de mais. Se soubesse o que sei hoje, tinha ido atrás de coisas diferentes, que me levariam a lugares diferentes. Isto significa que não sou feliz onde estou? Não. Significa apenas que, se pudesse, tinha experimentado outras coisas. O ideal? Nove vidas como os gatos. As minhas? Assim:

1. Inspectora da PJ. Especializada em profiling. Formação em Psicologia Forense, olho clínico e muita capacidade de dedução. Digamos que... só não exerço. O resto está cá tudo. E quem me conhece sabe...

2. Psiquiatra. Uma das duas especialidades médicas onde me sentiria como peixe na água. Porque o meu fascínio é este: cabeças...

3. Patologista. Sim, autópsias. Nunca nenhum patologista foi processado por negligência médica, não é? Pior do que está não fica... Agora a sério: acho fascinante desconstruir a morte a partir dos corpos.

4. Patinadora artística. Yep... sempre quis aprender a patinar. O mais próximo que estive disto, com excepção dos pares de patins figurados com que a vida me presenteou, foi um dia em que decidi calçar uns patins em linha e acabei com um ombro fora do sítio. Nunca mais tentei. A minha filha, porém, aprendeu a patinar sozinha. Em casa. A fazer piscinas entre a cozinha e o quarto dela. Go figure...

5. Actriz. Andei bastante perto... Fiz teatro na escola, durante quatro anos, e levava aquilo a sério. Houve, inclusive, nomeações para prémios em festivais de teatro. Quando a hipótese se colocou, achei demasiado inseguro e arriscado e não fui por ali. Não duvido de que me tivesse safado. Mas sou demasiado perfeccionista para me contentar com safar-me. Ou é para o Oscar ou nem tento.

6. Copywriter a sério. Um dia eu considerei esta hipótese. Andei a estudar a possibilidade de emigrar para Londres e fazer carreira assim. De novo, achei demasiado arriscado... E fiquei por casa (estúpida...).

7. Piloto de aviões. Oh yeah... sou da geração Top Gun e sim, aquilo fascinava-me. Mas, na altura em que poderia ter tentado carreira militar na Força Aérea (sim, que dinheiro para brevets de aviação civil era coisa que, obviamente, não havia), aquilo envolvia testes físicos e eu era basicamente uma papa que não se mexia...

8. Hospedeira de Bordo. Cheguei a fazer testes para entrar numa companhia aérea. Passei fases até chegar à parte em que tinha de pagar do meu bolso os testes médicos. E era ali, obviamente, que se fazia a verdadeira selecção. Mesmo quem tivesse o talento de um alho francês para línguas chegaria aos testes médicos, que era onde aquela companhia ia buscar o financiamento para o recrutamento que fazia. Ora, batatas...!

9. Escritora. Nada a acrescentar. É o sonho que mantenho vivo. O único que sei que é possível. Que ainda é possível. O sonho que reflecte exactamente o que eu sou e o que quero ser. Um dia...

4 comentários:

  1. És formada em Psicologia? =)

    Em que área?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não!! Sou de Marketing. Arrependo-me muito de não ter tirado Psicologia Forense... (mas acho que um dia ainda faço isso, só por gosto pessoal, sem intenção profissional.)

      Eliminar
    2. Que giro! Eu tive um percurso ao contrário. Sou formada em psicologia e trabalhei sempre em marketing (como técnica de estudos de mercado e também como strategic planner em agências de publicidade). É possível unir (e em muitos casos pertinente) as duas vias =)

      Eliminar
    3. Eu tive uma cadeira de Psicologia do Consumidor na faculdade e aquilo interessa-me zero. Sou apaixonada pelo lado negro da psicologia: psicopatologias... Interessa-me perceber o que está por trás de psicopatas e sociopatas. Isto tem muito que ver com aquilo que gosto de ler - ou talvez seja o contrário: adoro ler thrillers psicológicos porque sou fascinada por este lado da psicologia. E é precisamente por isto que amava ter seguido psicologia forense...

      Eliminar

Obrigada!