-->

Páginas

16 outubro 2018

Done is better than perfect

A vontade anda cá (perdi um caderno especial, onde tinha anotadas várias ideias para possíveis romances, contos, etc., e ando a ver se me esqueço deste facto). A certeza de que continua a ser um dos meus sonhos também. Envolve dedicação, tempo e trabalho. Envolve menos desperdício de tempo em coisas que não são importantes. Envolve parar de procrastinar e de me boicotar. 

Cheguei ao ponto em que sinto que preciso de uma estratégia. Preciso de bloquear o que me bloqueia a mim e de me dedicar como deve ser. Preciso de perder menos tempo. Ninguém precisa de adormecer a ver o que se passa nas redes sociais (spoiler alert: não se passa nada que importe para a nossa vida. Pronto. Podemos avançar.). Ninguém precisa de ter o cérebro adormecidos em feeds vários. E contra mim, rainha do Instagram - a minha rede social preferida - falo. 

Tomei medidas: uma app que bloqueia as redes sociais no meu telefone em determinados horários. Vou virar eremita? Não. Vou virar pessoa disciplinada, que aproveita o tempo. Uma app que bloqueia uma série de coisas no computador, quando eu quero (sem hipótese de cancelar o bloqueio - quer dizer, há-de haver maneira, mas eu não fui investigar). Horário definidos para as coisas. Objectivos definidos.

Vem aí Novembro e o NaNoWriMo (National Novel Writing Month). Com o NaNoWriMo, a ideia é escrever 50 mil palavras durante o mês de Novembro. Como? Como nos der mais jeito. Dividindo as palavras pelos 30 dias do mês, dá aproximadamente 1667 palavras por dia. No meu caso, dependendo dos dias, dos temas, do cansaço e da inspiração, tanto posso demorar uma hora a escrever isso como quatro ou cinco. Não há uma regra. Posso não escrever nada hoje e amanhã despachar 10 mil palavras. Posso escrever 15 minutos hoje e quatro horas no sábado à noite. Depende.

Mas a verdade é que 15 minutos de escrita é melhor do que nada. Se me puser a pensar que posso precisar de quatro horas para escrever, garantidamente não escrevo nem uma palavra. Eu, que sou hiper-perfeccionista, luto há anos e anos contra a ideia de que se não for para fazer perfeito, nem começo. Tenho de me mentalizar de que done is better than perfect, que é tudo o que eu não quero. Mas, a bem da produtividade, tem de ser. 

Por isso, decidi que tenho de ser disciplinada. Não preciso de abdicar dos meus livros, nem dos filmes nem das séries. Tenho de abdicar do tempo que deito fora a navegar no vazio. Nestas últimas duas semanas de Outubro, o tempo é de estágio e de preparação para Novembro. Porque até posso não escrever as 50 mil palavras. Mas algumas hei-de escrever. E depois? Depois logo se vê...

4 comentários:

  1. Acho que preciso de fazer o mesmo, bloquear o acesso a algumas aplicações a determinadas horas. O insta também é o que me faz perder mais tempo. Eu até começo cheia de boas intenções... "só 15 minutinhos e depois largo isto..." e quando dou por mim já passou uma hora...

    ResponderEliminar
  2. Podes partilhar o nome da tal app que faz o bloqueio? Instalei uma que monitoriza a actividade com o intuito de deixar o tlm mas deu pouco resultado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chama-se Block Apps, tem um ícone verde, com um círculo branco no meio e um cadeado cinzento lá dentro. Eu defini que apps quero bloquear e em que dias e horários. E pronto... não há cá coisas. Faço o mesmo no computador (porque aquilo bloqueia o Whatsapp no telefone mas não no computador, por exemplo) e pronto.

      Eliminar

Obrigada!