-->

Páginas

22 julho 2019

Time Lapse

Acabei de perceber que não escrevia há quase um mês. Vamos a update: tudo na mesma. Mentira: adoptei uma série de... plantas. Isso: eu, que mal me consigo manter viva a mim e que mantenho os meus filhos em óptimo estado, achei que era altura de me comprometer ao nível do relvado. E como eu sou 8 ou 80, não me limitei a levar uma planta para casa: levei... OITO. Entre elas, estão bambus, uma aloe vera e uma micro suculenta. Mas também tenho coisas assim mais imponentes tipo... um coqueiro. Isso. Co-quei-ro. (Insanity level: stellar...)

Ah e tal, plantas porquê? Porque ando a ver se dou uma volta na minha casa. Quero destralhar, tornar tudo mais acolhedor e menos cheio de tralha inútil. E achei que aquilo precisava de vida. Por outro lado, é um desafio a mim mesma: eu sempre deixei morrer plantas. Enquanto estive casada, era o ex que tratava delas porque eu nem me lembrava que aquilo existia. Claro que acabaram por morrer e eu deitei tudo fora. Mas agora senti falta do compromisso e da dedicação que elas pedem. Reparem: a minha vida sou eu, os miúdos e os gatos. Cinco seres para manter vivos, bem sei. Mas faltava-me qualquer coisa... Por agora, resolvi com plantas. E, até ver, está a correr relativamente bem: uma está às portas da morte (mas a que a minha mãe tem em casa dela também está) e há outra que ainda nã ofala a mesma língua que eu, portanto, ainda não percebi o que é que ela quer - mais água?, menos água?, sol directo?, muita luz mas filtrada?... Pois, não sei... mas hei-de descobrir (e se não descobrir faço-lhe o funeral, pronto).

Então e mais coisas? Nada de especial. Férias com os miúdos, mau tempo, neura descomunal, cinema bom, livros bons, muitas aguarelas pintadas, muitas auto-descobertas e... não tarda é Agosto.

1 comentário:

  1. Lénia, se fizesse um up-date à minha vida seria exatamente igual ao teu. Sem os gatos :-)

    ResponderEliminar

Obrigada!