Weekending

outubro 07, 2019

Fim-de-semana nota mil. Assim em brutal mesmo.

Sexta à noite: filme no sofá com os miúdos. Dormi o tempo todo. A miúda desistiu a meio. O miúdo aguentou estoicamente - até porque o filme foi escolha dele e tinha dinossauros, claro.

Sábado: acordar cedo e rumar à biblioteca de Oeiras, para ir levantar um livro que reservei. Chegar lá e bater com o nariz na porta. Ter um rasgo de inteligência e afirmar "deve ser por causa das eleições, amanhã". Dois segundos depois, bater com a mão na testa e "porra, hoje é feriado!"

Voltar para casa, almoçar e rumar a Lisboa, para irmos ao lançamento do livro "Ser Super Mãe É uma Treta!", da minha Susana Almeida. Bater com as vistinhas na Rapariga da Serra assim que cheguei. Depois apareceu a Carmen. E a Ana. Tudo gente que me faz rir muito, todos os dias. Às tantas aproxima-se de mim a Escadinhas (e se ainda não o fizeram, por favor ajudem a causa dela, que merece MUITO), porque me reconheceu lá do fundo. E a Gorda, passado um bocado foi a Gorda (que é macérrima, vocês não acreditem em tudo o que lêem nas redes sociais, por amor da Santa). E pronto. O lançamento foi espectacular, super simples, super... a Susana! Leiam o livro e percebam que, nisto da maternidade, estamos todas a fazer o melhor que podemos e a fingir que sabemos o que andamos aqui a fazer, mesmo quando não fazemos puto de ideia. 

Serão? Filme no sofá! Mas desta vez aguentámos todos!

Domingo foi dia de missa. Literalmente. Fui deixar o mais novo à igreja, peguei na mais velha e fomos aviar recados: compras e votar. Estavam umas filas absurdas nas mesas de voto, assim nível claustrofobia mesmo. Fosse aquilo fila para outra coisa qualquer e teria desistido. Acontece que demorei tanto e estava tão em cima da hora que tive de pedir socorro ao pai das crianças para ir buscar o mais novo. Acontece também que lá me despachei tipo ninja e ainda cheguei primeiro que o pai. E ainda esperei uns 10 minutos pelo miúdo.

À tarde, foi tempo de passeio no Paredão. Na semana passada tinha lá estado e vi por lá um barco pirata giro para eles brincarem (com slide incluído). Não fazia ideia se aquilo é permanente ou não, e, se não fosse, se ainda estaria lá em Outubro. Arriscámos. Estava. Mil voltas de slide depois, breve passeio de patins (para ela) e de ténis (para ele e para nós). Um calorão absurdo, uma tarde daquelas mesmo espectaculares (sequei a roupa toda!). Tudo a pedir uma pizza night! E estava tããããããããão boa! Já provei mil massas diferentes e esta que faço sempre continua a ser a minha preferida! Nos entretantos, projecções e resultados das eleições a acontecerem, miúdos na cama às 21h30 e... the end!

ADENDA: no sábado, no lançamento, encontrei a Joana, que foi aquela pessoa que, quando há coisa de 11 anos, me fartei de escrever em blogs em meu nome e resolvi criar um blog anónimo (este, onde assinava como Marianne), demorou exactamente duas horas a perceber que aquela Marianne era eu. Tens o miúdo mais giro de sempre, Joaninha!!!

You Might Also Like

3 comentários

  1. pffff... não sei porque é que não estou aí pah! :P
    Foi pelos níveis de simpatia do sacana do meu puto?
    Já agora, obrigada pela prioridade! Quase morri naquela Fnac. Mas mereceu TANTO a pena! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está reposta a verdade!! E foi tão bom abraçar-te e conhecer o teu miúdo!! E a tua irmã - que acho que está igual desde sempre!!!

      Eliminar
    2. Adorei a adenda. Estava a brincar, pá, não há problema nenhum. Mas gostei mesmo de te ver. Aliás, adoro que mesmo que a gente não se veja com muita frequência pareça sempre que estou em casa contigo. :) A minha irmã nunca irá envelhecer, aquela está igual desde os 18 anos. O meu puto precisava de ser menos envergonhado, mas com tanta gente e calor eu desculpo... desta vez, claro!

      Eliminar

Obrigada!

GoodReads Challenge

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Lénia has read 29 books toward their goal of 40 books.
hide

Instagram

Parceria

Subscribe